Tag: Anchieta

Ceilândia apresenta os seus reforços

Luiz Fernando e Didão: reforços do Gato
Luiz Fernando e Didão: reforços do Gato - Foto: Antonio Gomes

O Ceilândia apresentou na tarde desta quinta-feira dois dos três reforços já acertados. Luiz Fernando e Didão, ambos com boas passagens pelo Gato, foram apresentados e já treinaram na Cidade do Gato.

Enquanto Didão e Luiz Fernando chegavam, outros dois jogadores saiam. O lateral-esquerdo Anchieta e meio-campo China deixaram o Ceilândia. China foi titular na maior parte da competição.

O lateral-direito Patrick tinha a sua apresentação dada como quase certa na tarde desta quinta, mas ainda não há uma definição precisa de quando possa ser apresentado.

A diretoria cogita a contratação de mais um jogador. A idéia de Adelson de Almeida é já contar com os reforços para a partida deste sábado diante do Capital.

A partida deste sábado será disputada no Abadião. Neste turno os times se enfrentam dentro do mesmo grupo.

Related Images:

CEC com Liel: nas alturas

CEC vence sem exageros: 1 x 0

Diego Marangon: para quem estava parado, uma boa estréia.
Diego Marangon: para quem estava parado, uma boa estréia.

Um jogo sem exageros, discreto, mas eficiente. Esse foi o jogo do Ceilândia diante do Sobradinho, na escaldante tarde de hoje. Se houve algum exagero, foi de calor.

O Ceilândia fez a sua melhor partida até agora na competição. Não que tenha sido excepcional! Não, o Ceilândia venceu o Sobradinho jogando um futebol sóbrio, discreto, mas mantendo o padrão de marcação. O Ceilândia é um time que marca muito.

O Ceilândia veio para o jogo com algumas alterações em relação ao jogo passado. Gustavo voltou a lateral direita, no lugar de Maurício, enquanto que Diego Marangon e China entraram no meio de campo. No ataque, apesar de todo o suspense,  Cassius e Claudionor.

Panda e Badhuga (foto)  melhorando com o time
Panda e Badhuga (foto) melhorando com o time

O CEC fez um primeiro tempo primoroso. Tomou a iniciativa da partida e não deu espaços para o Sobradinho. É verdade que o plano de jogo do Sobradinho estava claramente traçado para o empate. O CEC, por sua vez, tinha paciência para tocar a bola e somente tentar na boa. Resultado: foram poucas oportunidades de gol criadas. Na verdade, o CEC se limitava a explorar as bolas aéreas, nas quais o Gato é sempre perigoso, mas mostrava um padrão de jogo diferente do mostrado até agora. Esse padrão agradava ao torcedor.

Foi numa jogada de velocidade, contudo, que o CEC abriu o marcador. China tabelou com Ancheta que cruzou e Cassius fez de cabeça. Eram 32 minutos.

Cassius: mortal mais uma vez
Cassius: mortal mais uma vez

Veio o segundo tempo e o CEC deu campo para o Sobradinho. O adversário se aproveitou e tomou a iniciativa do jogo. A marcação do CEC mais uma vez manteve-se eficiente e o adversário não criou oportunidades de gol. O CEC, por sua vez, nos contra-ataques, perdeu ao menos três oportunidades de gol. No final da partida, para a alegria dos torcedores presentes, Dimba voltou a jogar e entrou no lugar de Cassius.

Foi uma vitória para encher a torcida de esperança. Muito dessa vitória deveu-se ao fato do adversário tentar jogar de igual para igual. Isso mostra que o CEC está evoluindo jogo após jogo, o que é alentador.

O resultado deixa o Ceilândia na primeira colocação do grupo B, agora com 10 pontos. Dependendo do resultado de Gama e Brasiliense, o CEC ficará praticamente classificado poderá se classificar para as semi-finais com duas rodadas de antecipação.

O CEC jogou com Pedro, Gustavo (Alcione), Badhuga, Panda e Ancheta. Liel, Daniel, Diego Marangon (André)  e China. Cassius (Dimba) e Claudionor

Related Images:

De um em um…

CEC mostra que apenas disposição não é suficiente
CEC mostra que apenas disposição não é suficiente

Terminada a terceira rodada do Metropolitano 2012, o Ceilândia manteve a liderança do seu grupo com 7 pontos. O Gato é seguido de perto por Brazlândia, Gama, Capital e Formosa. No grupo, Capital e Ceilandense tem um jogo a menos.

No próximo sábado, 16h, na Área Especial 14 onde fica localizado o Abadião, o Ceilândia enfrentará o Sobradinho. Para essa partida Ricardo Oliveira talvez conte com Dimba, mas Cassius saiu de campo mancando e passa a ser dúvida. Cassius machucou o tornozelo no amistoso diante do Capital e voltou a sentir a contusão na vitória sobre o Dom Pedro.

Entre os demais jogadores que jogaram nenhum aparentemente será problema. Darci deve voltar a treinar com bola esta semana, mas isso talvez não seja suficiente para devolver-lhe a titularidade. Iranildo só deve voltar contra o Botafogo.

Cassius: saiu de campo mancando
Cassius: saiu de campo mancando

O bom início de campeonato veio acompanhado da constatação de que a equipe oscila muito. A verdade é que o time tem melhorado aos poucos.

Ricardo Oliveira tem se mostrado um técnico atento aos pequenos detalhes. Foi assim contra o Luziânia, quando chamou Gustavo e alterou a forma de jogar da equipe. Foi assim contra o Dom Pedro, quando sacou Rogerinho, que não estava em um bom dia,   e  devolveu um mínimo de equilíbrio à equipe com a entrada de China.

Na essência, o jogo do Ceilândia parece ser de muita pegada. Diferente do ano passado, o time deste ano tem criado e desperdiçado muitas oportunidades de gol. Pelos lados da Cidade do Gato não há ansiedade.

Consciente que o time não apresenta, ainda, a consistência necessária a um time campeão, a comissão avalia que nesse tipo de competição o time precisa crescer na hora certa, ou seja, no momento da decisão. Condições, continua a avaliação, o time já mostrou que as possui.

IRANILDO

A demora na recuperação de Iranildo já tem causado desconforto entre integrantes da comissão técnica e diretoria. Argumenta-se que as contusões no futebol são naturais, mas o clube não é rico o suficiente para pagar um alto salário para um jogador que não joga. “Esse dinheiro poderia ser investido num jogador não tão talentoso, mas de qualidade e que jogasse”, argumentam. A previsão é que Iranildo volte contra o Botafogo-DF, na sexta rodada.

Related Images:

Gato está quase pronto para a estréia

Ricardo Oliveira: alteração na defesa e time mais equilibrado
Ricardo Oliveira: alteração na defesa e time mais equilibrado

O Ceilândia não terá folga nesses dias que antecede à estréia. O time treinou na manhã deste sábado, treinarà à tarde no Rorizão, volta a treinar no domingo e encerra a fase de preparação no CT na segunda. Tudo o que tiver de ser feito até a estréia será feito nesses dias.

No treino deste sábado foi possível notar uma grande evolução na forma de jogar do time. Os espaços que foram a razão de diversas críticas foram consertados. É verdade que vez ou outra os jogadores se perdem, mas a verdade é uma só: na segunda fase do treinamento era possível ver algo de consistência no time. A despeito da evolução, há muito o que corrigir em termos táticos. Do ponto de vista físico há muito que trabalhar, principalmente em relação aos atletas que se incorporaram ao time recentemente.

John Kleber: de volta ao Gato
John Kleber: de volta ao Gato

Dentre esses atletas estão Mauricio, Anchieta e Everson recentemente contratados. Dos três Maurício parece em melhores condições físicas.  No geral os três se movimentaram bem no treinamento deste sábado, mas percebe-se claramente a falta de entrosamento. O goleiro Pedro Vinicius, vindo do Paraná, também treinou e está integrado ao elenco. Dentre as diversas caras novas uma bem familiar ao torcedor do CEC: John Kleber, preparador físico, está de volta ao Gato.

Related Images:

Força máxima no último amistoso

Dimba tem sede
Dimba tem sede

O Ceilândia enfrentará nesse sábado, as 16h, no Parque do Sabiá, o time do Uberlândia. O time mineiro se prepara para o módulo 2 do Campeonato Mineiro. Já para o Ceilândia o amistoso será o último antes da estréia contra o Legião, programada para acontecer no dia 15 de fevereiro.

Cassius é dúvida
Cassius é dúvida

O técnico Ricardo Oliveira terá quase todos os  jogadores do elenco a disposição, dentre eles Iranildo e Dimba. O lateral Anchieta, recentemente contratado, integrou-se ao grupo, mas não deve jogar. Panda já voltou aos trabalhos físicos e talvez seja o único desfalque do time considerado titular. Cassius ainda é dúvida: o jogador deixou o campo na última partida após uma lesão no tornozelo direito.

Uma boa notícia é que Liel enfim teve o seu contrado registrado. Campeão com o CEC em 2010, o volante pode ser uma boa opção para Ricardo Oliveira.

A delegação deve viajar para o interior mineiro nesta sexta-feira para Uberlandia e retornar no domingo.

Related Images: