Tag: Rodriguinho

Gato salva mais uma vida! Agora: Ceilandense

Rosembrick fez uma boa partida pelo CEC
Rosembrick fez uma boa partida pelo CEC

O Ceilândia fez o impensável e entra na última rodada da Taça Mané Garrincha dependendo apenas de si para se classificar às semi-finais.

Comparada com a situação anterior, em que o Ceilândia tinha que torcer por uma intensa combinação de resultado, entrar na última rodada dependendo de si é um alento.

Está certo que o adversário é o líder do grupo, mas não menos certo é que o Ceilândia parece estar no caminho.

Dimba lutou muito, mas não fez o dele
Dimba lutou muito, mas não fez o dele

O jogo de hoje à tarde tinha um script bem desenhado. Mais importante que o resultado era vencer. Se possível, vencer com três gols de diferença. Não dando, qualquer resultado de vitória servia.

Adelson fez diversas alterações no time: no gol, Edinho entrava no lugar de Dennys. No meio, Cleber, Klécio, Elvis e Rosembrick. O CEC era um time diferente.

O CEC começou melhor, mas viu o Brazlândia ser brindado com um pênalti logo no começo da partida. Aí brilhou a estrela de Edinho que fez uma difícil defesa para manter o placar na igualdade.

Edinho defendeu um pênalti e manteve o CEC na briga
Edinho defendeu um pênalti e manteve o CEC na briga

O CEC não jogava mal, mas também não abria o marcador. As chances de gol iam se sucedendo, mas o placar teimava em ficar em branco.

Coube então ao melhor jogador em campo fazer a diferença. Rosembrick já havia tentado de perto e a bola havia explodido na trave. Aos 33, tentou de longe e abriu o marcador.

O gol deu tranquilidade ao Ceilândia que continuou perdendo gols. Assim terminou o primeiro tempo.

Badhuga cabeceia para fazer o terceiro: CEC está mais do que nunca na briga
Badhuga cabeceia para fazer o terceiro: CEC está mais do que nunca na briga

Veio o segundo tempo e o CEC não deu chance para o azar. Boa jogada de Rosembrick pela esquerda e um passe sob medida para Klécio fazer o segundo gol do Ceilândia: 2 x 0.

O segundo gol parece ter feito mal ao Gato Preto. O time perdeu um pouco da iniciativa do jogo e viu o Brazlândia gostar da partida.

Aos 30 do segundo tempo, veio o gol da tranquilidade: Cruzamento na área e Badhuga cabeceou para fazer o terceiro gol alvinegro e dar números finais à partida.

André Nunes: defesa terá pedreira pela frente
André Nunes: defesa terá pedreira pela frente

O resultado de 3 x 0 mantém o CEC na briga. O time tem crescido na reta de chegada, mas terá um adversário duríssimo pela frente. Embora já classificado, o Ceilandense precisa de ao menos um empate para garantir o primeiro lugar do grupo.

Já para o Ceilândia somente a vitória interessa. O alvinegro encontra-se em um dilema: vence e fica em primeiro lugar do grupo ou, em caso de qualquer outro resultado, dá adeus à competição.

CEC jogou com Edinho, Dudu, André Nunes, Badhuga e Marcelo Costa. Cleber, Klécio, Elvis (Gustavo) e Rosembrick (Gustavo). Cassius (Vitor) e Dimba.

Related Images:

O Campeão resiste!

Alisson tem sido muito exigido.
Alisson tem sido muito exigido.

O Ceilândia enfim fez as pazes com a vitória no último sábado. Jogando no Estádio Elmo Serejo, o alvinegro venceu o Brasília por 3 x 1. O resultado mantém as esperanças de classificação para a semi-final do segundo turno do Metropolitano 2013.

A vitória do Ceilândia foi relativamente tranquila.
Adelson de Almeida fez algumas alterações na equipe. Dimba, que fora poupado contra o Ceará,  entrou desde os primeiros minutos. O experiente Cleber entrou no lugar de Clécio. Adelson fez pequenas alterações no esquema tático.
A experiência de Didão vai ser importante nessa sequência decisiva
A experiência de Didão vai ser importante nessa sequência decisiva
O CEC começou melhor e não demorou muito para abrir o marcador. Em jogada pela direita de defesa do Brasília, Elvis foi derrubado na área. Pênalti a favor do Ceilândia e expulsão do zagueiro adversário. Dimba cobrou e abriu o placar aos 16.
Com vantagem no marcador e um homem a mais, o CEC administrou a vantagem ainda no primeiro tempo. A perda de objetividade foi punida aos  38 do primeiro tempo quando  o Brasilia empatou, também de penalti.
Dimba comemora: enfim o CEC vence
Dimba comemora: enfim o CEC vence
O Ceilândia voltou para o segundo tempo com Mario e Clécio nos lugares de Elvis e Marcelo Costa.
As mudanças surtiram efeito.Aos 7, Clécio fez bela jogada pela direita de defesa do Brasília e cruzou para Dimba só empurrar para as redes, Ceilândia 2 x 1.
Clécio entrara muito bem e com espaço fez o que sabe fazer de melhor: chutar de longa distância. Pena que a trave estivesse no caminho.
O Ceilândia permaneceu superior e aos 24, Rodriguinho aproveitou falha da defesa do Brasília para fazer CEC 3 x 1.
Agora o CEC foca o próximo obstáculo
Agora o CEC foca o próximo obstáculo
Com ampla vantagem no marcador, o CEC administrou o jogo. Rosembrick ainda entrou no lugar de Rodriguinho. No final da partida o Brasília teve mais um jogador expulso, mas já não dava tempo para mais nada.
Com a vitória, o Ceilândia sobrevive no Metropolitano 2013. A combinação de resultados não ajudou muito (Capital 3 x 3 Gama e Brazlândia 0 x 2 Ceilandense). O CEC continua na quarta colocação do grupo e somente duas vitórias nos próximos jogos, associadas a uma combinação de resultados, pode dar ao Gato a chance de defender o título de 2012.
 Agora o experiente time do Ceilândia passa a pensar no Ceará e na Copa do Brasil.

Related Images:

Um time tranquilo: CEC vive dias normais antes da estréia na CB

20130330Gama3x1CEC_108O Ceilândia encerra hoje a sua preparação para o jogo de amanhã, 16h, no Estádio Regional de Ceilândia, contra o Ceará pela Copa do Brasil.  O time ainda vive a ressaca da derrota diante do Gama no último sábado que lhe custou a invencibilidade.

A avaliação é de que o  time é experiente demais para encarar o jogo contra o Ceará de modo diferente. Jogadores rodados como Dennys, Marcelo Costa, Didão. Rodriguinho, Rosembrick e Dimba sabem que a expectativa é muito mais do torcedor que deles.

Renato sai lesionado: improvisações à vista
Renato sai lesionado: improvisações à vista

 

Para eles, a diferença está no alcance da competição nacional, em campo, nada muda. O Ceará, apesar do mal momento, é um bom time e, a se confirmar a sua força defensiva, tornará as coisas ainda mais difíceis para o alvinegro da Ceilândia.

Adelson tem problemas para compor a sua defesa. Renato lesionou-se logo no início da partida contra o Gama e é dúvida.

Nos últimos jogos, o Ceará tem alternado entre o 3-5-2 e o 4-4-2.
Nos últimos jogos, o Ceará tem alternado entre o 3-5-2 e o 4-4-2 numa mesma partida.

O Ceará viaja hoje para Brasília. A equipe cearense sai de Fortaleza às 14h00. Chegando no DF vai para o hotel em Taguatinga, de onde sai apenas momentos antes da partida para Ceilândia.  

Nas últimas três partidas, o Ceará perdeu para o Guarani-CE por 3 x 2, venceu o Horizonte fora por 3 x 0 e empatou em casa sem gols, no último domingo, com o mesmo Horizonte.

Para a partida desta quarta, os ingressos custarão R$ 10,00 (dez reais) e poderão ser comprados na bilheteria do Estádio uma hora antes do jogo. A torcida do Ceará ocupará a curva sul (à esquerda de quem chega), enquanto que a do Ceilândia a curva norte.

Related Images:

4 jogadores e uma vaga

Rodriguinho contra o Unaí: lateral
Rodriguinho contra o Unaí: lateral

Adelson testou quatro jogadores na lateral-esquerda. Willian, Igor, Rodrigo Cardoso e Rodriguinho e até agora não encontrou a formação ideal. Adelson também mexeu na direita.

Cada jogador tem uma característica bem definida. Para o treinador isso é positivo, porque lhe permite mexer na forma de o time jogar. Ele tem opções.

Para a partida deste final de semana, Adelson tanto pode repetir a formação do último final de semana, com Rodriguinho pela lateral esquerda, quanto promover o retorno de Willian. Rodrigo Cardoso voltou a treinar esta semana, depois da contusão sofrida no jogo contra o Luziânia.

 

Related Images:

CEC estréia dia 3 de abril na Copa do Brasil

Rodriguinho comemora em Unaí: para ganhar confiança
Rodriguinho comemora em Unaí: para ganhar confiança

O Ceilândia reapresentou-se ontem com vistas aos treinamentos da semana. Trabalho regenerativo para os jogadores. Nesta terça, trabalhos físicos.

Adelson de Almeida não deve ter problemas médicos importantes para o jogo do próximo sábado, diante do Sobradinho. Didão, sentiu desconforto antes da partida contra o Unaí, mas deve estar à disposição.

No último final de semana o CEC venceu o Unaí por 4 x 2. Destaque para o gol de Rodriguinho. O meia, contratado para substituir Allan Dellon, vinha de atuações apagadas e passou uma semana sem treinar por conta de uma virose. Recuperado, foi peça importante na vitória alvinegra em Minas Gerais.

A CBF divulgou a tabela detalhada da Copa do Brasil. O Ceilândia enfrenta o Ceará na primeira fase da competição. A primeira partida foi marcada para o Estádio Maria Abadia e será disputada no dia 3 de abril, às 16h00.

O segundo jogo está marcado para o dia 10 de abril, às 20:30h, no Estádio Presidente Vargas.

 

Related Images:

Willian Carioca pode voltar da Espanha para o CEC

 

Willian Carioca comemora gol marcado contra o Brasília em março de 2010: Pode estar voltando
Willian Carioca comemora gol marcado contra o Brasília em março de 2010: Pode estar voltando

O Ceilândia se esforça para repatriar o meio-campista Willian Carioca. Willian foi autor do segundo gol do Ceilândia na finalíssima de 2010, carimbando o título alvinegro.

Desde então, William Carioca passou a jogar nas divisões inferiores da Espanha, onde atende pelo nome de William Dominguez. Nesta temporada defendeu o Huracan Valencia, como contou ao CeilandiaEC em 2012: http://www.ceilandiaec.com.br/archives/5223

Entre a comissão há a certeza de que o Ceilândia precisa ter opções para o meio de campo. Há a convicção de que William deve ter evoluído nesse período, mas há, também, quem acredite que William vá precisar de um tempo de readaptação ao futebol brasileiro. É uma aposta de Adelson.

Para o jogo deste sábado, contra o Luziânia, 16h, no Bezerrão, Adelson deve manter a equipe que venceu o Luziânia.

 

Related Images:

Bronca e afago do comandante na vitória sobre o Brazlândia

Clécio mostrou evolução em relação os treinos anteriores
Clécio mostrou evolução em relação os treinos anteriores

Ceilândia e Brazlândia fizeram um interessante jogo-treino na tarde desse sábado, 5/1, na Cidade do Gato. O bom público presente, gostou do que viu.

Como em todo jogo-treino, normalmente o primeiro tempo é o mais importante. No segundo tempo os treinadores fazem diversas alterações. Neste sábado, os treinadores mantiveram as suas equipes até por volta dos 15 minutos do segundo tempo. Com isso, o jogo-treino ficou muito mais próximo de um jogo.

Defesa foi alvo de críticas pelos dois gols sofridos
Defesa foi alvo de críticas pelos dois gols sofridos

A partida começou com o Ceilândia demonstrando aquela que continua sendo a sua característica: uma forte marcação no seu campo de defesa. O Brazlândia, a seu turno, parece não ter se impressionado e cadenciou o jogo. Com isso, aos pouco foi ocupando espaços no campo ofensivo.

A paciência do Brazlândia não demorou. O Ceilândia aos poucos impôs o seu ritmo e dominou as ações. A primeira oportunidade veio com Alisson, mas o meia demorou para definir e a zaga adversária salvou. Não demorou e Guilherme fez boa jogada pela direita e bateu de esquerda, um golaço: Ceilândia 1 x 0.

O CEC continuou dominando as ações e Alfeu perdeu boa oportunidade ao desarmar o goleiro e não conseguir concluir.

Adelson não poupou críticas a seus comandados, mas acha que o time tem surpreendido positivamente
Adelson não poupou críticas a seus comandados, mas acha que o time tem surpreendido positivamente

A BRONCA DE ADELSON

A descrição acima parece que tudo foi muito tranquilo. Não foi. O técnico Adelson de Almeida perdeu a paciência com seus comandados diversas vezes. Cobrava posicionamento de sua defesa e principalmente a entrega de seus comandos na disputa de bola. Queria que disputassem a jogada por inteiro e não a meia-bomba.

A cobrança deu certo. Foi a partir daí que o CEC empurrou o Brazlândia para o seu campo de defesa e que o Gato passou a ganhar as divididas e segundas-bolas.

Alfeu perde oportunidade, críticas justas do comandante
Alfeu perde oportunidade, críticas justas do comandante

O SEGUNDO TEMPO

Veio o segundo tempo e o time do Ceilândia parecia ser outro time. Fruto do cansaço ou não, o fato é que o Ceilândia entrou em campo desconcentrado, sem mostrar a mesma disposição nas disputas de bola e o foco demonstrado no primeiro tempo. O resultado disso foi que o Brazlândia passou a ter tempo para pensar.

Aos 13 minutos, ainda com o time-base em campo, o CEC permitiu o empate. Bolota cobrou falta, a bola desviou na zaga do Ceilândia e encobriu o goleiro Thiago.

Jogo muito igual, mas com leve superioridade alvinegra
Jogo muito igual, mas com leve superioridade alvinegra

A partir do empate, Adelson fez uma série de mudanças. O jogo caiu de produção, mas o CEC voltou a ficar melhor na partida. Aos 39, Victor fez 2×1 para o Ceilândia. Mariozan empatou aos 41 e Rodriguinho fez o gol da vitória alvinegra.

Foi importante ver a comemoração de Rodriguinho, sinal de que está motivado e isso faz toda a diferença.

Ao final da partida, Adelson avaliou o jogo. Disse que é inadmissível  para o Ceilândia sofrer os gols que sofreu. Reafirmou as críticas feitas durante o jogo e no intervalo, mas ao final fez um elogio aos seus comandados: “há muito que ser feito, o time pode surpreender,  o pessoal parece que está querendo!”

Related Images:

Com as bençãos do presidente

Paulinho, diretor de futebol do CEC, Josafá Dantas, presidente da FBF, e Beni Monteiro, em foto de Antonio Gomes.
Paulinho, diretor de futebol do CEC, Josafá Dantas, presidente da FBF, e Beni Monteiro, em foto de Antonio Gomes.

Ceilândia e Brazlândia se viram às voltas em problemas com a  FBF, mais especificamente com o departamento jurídico.

Passada a tempestade, o presidente da Federação Brasiliense de Futebol, Josafá Dantas,  fez questão de prestigiar o jogo-treino entre as duas equipes, disputado neste sábado na cidade do Gato.

As relações entre Ceilândia e Brazlândia sempre foram muito boas e os dirigentes de ambas as agremiações assistiram ao jogo juntos.

Em campo, vitória do alvinegro por 3 x 2.

Related Images:

Com novidades, CEC faz apronto antes do Brazlândia

Dennys já treina no alvinegro: vai ter que trabalhar muito para entrar em forma
Dennys já treina no alvinegro: vai ter que trabalhar para entrar em forma

O Ceilândia realizou o apronto para o jogo-treino deste sábado, contra o Brazlândia, 16h, na Cidade do Gato. Quem assistiu ao apronto viu o goleiro Dennys chegar e assumir a condição de titular.

O treinador Adelson de Almeida fez uma alteração em relação ao time que iniciou o jogo-treino contra os juniores do Cruzeiro-DF: Alfeu entrou no lugar de Victor.

Ainda longe do ideal, Rodriguinho trabalhou com os reservas
Ainda longe do ideal, Rodriguinho trabalhou com os reservas

Em campo, Adelson de Almeida teve que interferir diversas vezes. O time titular seguidamente perdia o foco do jogo, tanto no aspecto ofensivo quanto defensivo. Se a questão foi a de ver defeitos, o treinamento foi muito proveitoso.

Com poucos dias de treinamento parece evidente que a maior parte dos jogadores sente a falta de ritmo de jogo. O resultado é que há muita disposição, mas pouca ou quase nenhuma consistência. Isso, segundo integrantes da Comissão Técnica, já era previsível e vai ocorrer, também, com os outros times.

 

Dimba e Gustavo: correndo contra  o tempo
Dimba e Gustavo: correndo contra o tempo

Dentre as novidades, Adelson já pode contar com o goleiro Dennys, enquanto Rodriguinho treinou entre os reservas. Do lado de fora, Dimba e Gustavo faziam trabalho físico. Dennys é um goleiro experiente, tendo a base de sua carreira defendendo o Avai-SC.

O Ceilândia estréia no dia 20 de janeiro contra o Legião. No próximo dia 12 fará amistoso contra o Grêmio Anápolis, em Anápolis.

 

Related Images:

Rumo a 2013: goleada em jogo-treino

Badhuga e Carlos Eduardo: zaga pareceu em boa sintonia
Badhuga e Carlos Eduardo: zaga pareceu em boa sintonia

Um jogo-treino vale essencialmente  por aquilo que não se faz. É a oportunidade de avaliar os jogadores, seu estado atlético, sua capacidade de ler o jogo e de se manter concentrado durante toda a partida.

Sob esse ponto de vista, o jogo-treino contra os juniores do Cruzeiro-DF teve alguma serventia, mas esteve longe de ser um teste. Foi um jogo-treino e como tal deve ser visto e examinado.

Jogo-treino muito disputado, às vezes com entradas ríspidas
Jogo-treino muito disputado, às vezes com entradas ríspidas

O Ceilândia começou o jogo treino impondo-se fisicamente ao time de juniores do Cruzeiro-DF. O Cruzeiro-DF era um time ansioso e quis se impor pela força.

Coisa de jovens! O Ceilândia, por sua experiência, manteve o adversário longe de sua defesa, e ficou esperando uma oportunidade. Na primeira real oportunidade, o lateral Guilherme aproveitou o rebote dentro da área e abriu o marcador, logo aos 10 do primeiro tempo.

William, sentiu a falta de ritmo e entrosamento, mas mostrou disposição
William, sentiu a falta de ritmo e entrosamento, mas mostrou disposição

O Cruzeiro-DF sentiu o gol. Deu espaço para o Ceilândia, talvez na esperança de conseguir um contra-ataque. O CEC esteve mais próximo do segundo gol até os 30 minutos. Entre 30 e 40 minutos, o Ceilândia perdeu-se em campo com alguns jogadores dando nítida demonstração de cansaço.

O Cruzeiro se aproveitou e, embora carecesse de um jogo estruturado, esteve próximo do empate. Foi o melhor momento do adversário. Mais de uma vez o Cruzeiro-DF pecou pela ansiedade.

Veio o segundo tempo e Adelson trocou todo o seu time, mantendo apenas Thiago no gol. Nessa etapa, o Ceilândia foi muito superior ao adversário e ampliou seguidamente o marcador. Jefferson fez o segundo, Wudson fez o terceiro e Alfeu fez o quarto.

CEC teve muita facilidade no segundo tempo
CEC teve muita facilidade no segundo tempo

No final das contas, foi uma boa oportunidade para que os jogadores fizessem as pazes com a bola depois de muito tempo. Como jogo, ficou claro que alguns jogadores ainda estão longe de seu melhor estado físico.

É muito cedo para exigir, mas o Ceilândia carece de uma referência na armação e uma definição mais clara das funções de seus laterais. Futebol é isso: nem começou, mas as cobranças chegam antes.

Ficha técnica:

Ceilândia: Thiago, Andre, Badhuga, Carlos Eduardo; Didão, Clécio, Wallison e Guilherme. Cassius e Victor.

Gols: Guilherme aos 10 do primeiro tempo, Jefferson aos 6,  Wudson aos 10 e Alfeu aos 26 do segundo tempo.

Árbitro: Almir Camargos.

 

Related Images:

Ceilândia apresenta Rodriguinho e treina com bola

Rodriguinho, primeiro à esquerda, já treina no alvinegro.
Rodriguinho, primeiro à esquerda, já treina no alvinegro.

O Ceilândia apresentou o meia Rodriguinho na tarde desta quarta-feira.  Rodriguinho terá a árdua missão de substituir Allan Dellon na missão de armar as jogadas do alvinegro.

Rodriguinho treinou em separado. O atleta atuou pela última vez defendendo as cores do Sampaio Correa, onde se sagrou campeão estadual. Rodriguinho nasceu em  Brasília, tem 1,84m e 32 anos.

Rodriguinho iniciou  a carreira em 1997 pelo Gama-DF, depois jogou no Paysandu-PA, Brasiliense-DF, Ipatinga-MG e Sertãozinho-SP. Em 2009 foi campeão do Distrito Federal pelo Brasiliense. Passou também pelo Rah Ahan, do Irã antes de voltar a vestir a camisa do Anapolina, em 2011.

Treino físico: maratona antes da competição
Treino físico: maratona antes da competição

A história registra que Rodriguinho foi o autor do gol do Ipatinga que tirou  a vaga do Ceilândia à Série B em 2005, quando os times se enfrentaram nas quartas-de-final da Série C. A partida estava empata em 1 x 1 quando Rodriguinho fez o gol do Ipatinga. Depois, em Minas Gerais, os times empataram sem gols.

O treino desta quarta-feira quebrou a monotonia dos últimos dias. Depois de trabalho físico, os jogadores tiveram contato com a bola. Amanhã, o time deve fazer o seu primeiro coletivo. Domingo, em local ainda a ser definido, deve fazer o seu primeiro jogo-treino. O adversário deve ser o time de juniores do Cruzeiro-DF, que se prepara para a Copa São Paulo.

Related Images: