Tag: Copa do Brasil

Ceilândia derrotado pelo Flamengo-RJ pela Copa do Brasil Sub20

Impossível encontrar fotografias do jogo. Esta aqui aparentemente é de Cahe Motta do GloboEsporte

Os meninos do Ceilândia foram derrotados pelo Flamengo nesta quinta-feira e estão fora da Copa do Brasil Sub20. 

O time do técnico Léo Roquete fez o possível, mas no final a diferença na preparação cobrou seu preço. O Ceilândia tomou três gols nos minutos finais da partida e foi derrotado por 4 x 0.

Delegação do Ceilândia na Copa do Brasil 2019 Sub 20

As redes sociais são ambientes tóxicos. A discussão é rasa e não é possível, mesmo aqui, em 450 palavras, ser muito profundo. O fato é que o Ceilândia fez uma partida dentro de suas possibilidades. Simples assim. 

Há uma diferença enorme na preparação das equipes. O Ceilândia teve 2 semanas, o Flamengo teve 3.  A diferença é que enquanto o Ceilândia se dividia com as tarefas do dia-a-dia, o Flamengo fazia uma “intensa preparação física, tática, técnica e mental, período que incluiu uma mini pré-temporada no CT do Hotel Fazenda China Park, em São Domingos, no Espírito Santo, além de treinamentos no Rio de Janeiro”.

O jogo foi jogo de um time só. O Ceilândia se defendia, o Flamengo atacava. Matheus foi um grande nome do jogo, mas o Ceilândia poderia ter saído na frente logo aos 4 com Vitor Mariano.  Depois disso, só deu Flamengo até que aos 19, Bill fez o primeiro gol do jogo.

O primeiro tempo terminou com esse gol. Veio o segundo tempo e o jogo ficou mais amarrado. Ainda assim o Flamengo chegava com mais perigo, mas sem obrigar Thiago a  trabalhar. Aos 23, penalti para o Flamengo. Yuri cobrou e fez 2 x 0.

O Ceilândia que vivia seu melhor momento no jogo se desequilibrou. Aos 28  , Rodrigo Muniz fez 3×0. Aos 36, Rodrigo Muniz fez 4 x 0. 

O resultado reflete muitas coisas: a melhor preparação, a melhor estrutura e até mesmo eventual melhor jogo do Flamengo. O resultado não reflete uma coisa: o quão valorosos são todos os meninos do Ceilândia e sua comissão técnica.

O Ceilândia ainda disputará a Copa do Brasil Sub 17.

O Ceilândia jogou com Matheus, Daniel Patrick, Bolt (Sales),  Artur (Igor), Davi,  Rodrigo,  Luan, Klyverson (Junior), Abídio (Gabriel), Vitor Mariano e  Lucas Tavares (Lorran). 

Matheus, Luan, Klyverson, Vitor Mariano receberam amarelo.

 

Vavá marcou logo aos 3 minutos. Avaí empatou 15 minutos depois

Vida que segue!

Bom público na tarde desta quarta-feira para Ceilândia e Avaí
Bom público na tarde desta quarta-feira para Ceilândia e Avaí

O Ceilândia foi eliminado pelo Avaí na primeira fase da Copa do Brasil 2018.  Em uma partida eletrizante, o Gato Preto saiu na frente do marcador logo aos 3 minutos do primeiro tempo em jogada individual de Vavá.

Dudu Lopes e Elivelto tiveram muito trabalho
Dudu Lopes e Elivelto tiveram muito trabalho

Com a vantagem no marcador, o Ceilândia cedeu campo para o adversário que passou a rondar a intermediária de defesa alvinegra. Não demorou e o Avaí chegou ao gol de empate com Rômulo. Eram 18 minutos do primeiro tempo.

Vavá marcou logo aos 3 minutos. Avaí empatou 15 minutos depois
Vavá marcou logo aos 3 minutos. Avaí empatou 15 minutos depois

O gol de empate não mudou o panorâma da partida. O Avaí tinha a iniciativa do jogo e o Ceilândia tinha dificuldade na transição da defesa para o ataque e, particularmente, na marcação da saída de bola adversária. 

O Avaí permaneceu melhor até os 35 minutos quando enfim o jogo voltou a ficar equilibrado. 

Gago teve muita dificuldade para jogar nesta quarta
Gago teve muita dificuldade para jogar nesta quarta

Veio o segundo tempo e o Ceilândia voltou com outra postura. O Gato Preto assumiu a iniciativa do jogo  e, conquanto não criasse situações claras de gol, parecia questão de tempo que chegasse ao segundo gol. Não foi isso que ocorreu.

Quando o Ceilândia era melhor e parecia que chegaria o seu momento, aos 24, erro na saída de bola do Ceilândia e Luan colocou o Avaí na frente: 2 x 1.

Formiga saiu lesionado
Formiga saiu lesionado

Aos 29, Romulo do Avaí recebeu cartão amarelo. Aos 33, o mesmo Romulo fez falta em Dudu Lopes. Deveria ter recebido outro cartão amarelo. Isso não aconteceu. Vida que segue.

Emerson Martins chegou a empatar o jogo, mas o Avaí fez o terceiro em seguida
Emerson Martins chegou a empatar o jogo, mas o Avaí fez o terceiro em seguida

O Ceilândia era todo  ataque, mas somente empatou aos 44, num arremate de longa distância de Emerson Martins.  

Wallace Jesus entrou nos minutos finais: boa movimentação
Wallace Jesus entrou nos minutos finais: boa movimentação

O árbitro assinalou 4 minutos de acréscimo. O Gato Preto tentava chegar no abafa e foi castigado no último segundo quando Luan fez Avaí 3 x 2. O resultado mais que eliminar o Ceilândia impôs ao Gato Preto uma derrota imerecida. Vida que segue.

O Ceilândia venceu apenas um jogo na Copa do Brasil. E foi fora de casa!

Hora de subir um degrau

O Ceilândia venceu apenas um jogo na Copa do Brasil. E foi fora de casa!
O Ceilândia venceu apenas um jogo na Copa do Brasil. E foi fora de casa! Bahia em 2006.

O Ceilândia tem feito boas campanhas em competições nacionais, mas tem empacado na Copa do Brasil. A única vez que o time se classificou à segunda fase foi em 2006,  quando passou pelo Bahia e foi eliminado na  fase seguinte para o Fortaleza.

CEC x Fortaleza: empate em casa
CEC x Fortaleza: empate em casa e derrota em Fortaleza.

Nas últimas participações, o Ceilândia foi eliminado ainda na primeira fase  por Caxias, Ceará e ABC. Está na hora de passar de fase.

Em 2011, o Ceí foi derrotado em casa pelo Caxias
Em 2011, o Ceí foi derrotado vergonhosamente em casa pelo Caxias

O jogo de hoje é importante também pelo aspecto econômico. Dos times de ponta do Distrito Federal, o Ceilândia é o único sem um aporte financeiro direto. Luta diariamente para manter as contas minimamente em dia. A premiação da Copa do Brasil traria alguma tranquilidade. É talvez, por isso, o jogo mais importante do ano, tanto para o clube quanto para os jogadores.

Cassius teve boa oportunidade em 2013 contra o Ceará: 0 x 0
Cassius teve boa oportunidade em 2013 contra o Ceará: 0 x 0 em casa e derrota por 4 x 3 fora.

Adelson de Almeida não tem problemas para montar a sua equipe. O pouco que se sabe sobre o adversário indica que é um time ainda em formação e que, por isso, tem alternado bons e maus resultados no campeonato local. Sabe-se, por óbvio, da força da camisa, mas o Ceilândia  não pode se dar ao luxo de ser mais uma vez eliminado na primeira fase da Copa do Brasil. 

Didão: o Capitão deve voltar contra o Taguatinga
Ano passado, empate em casa por 1 x 1 e eliminação diante do ABC

Promessa de jogo tenso até porque somente a vitória interessa. Ingressos a partir de 15 reais a meia. Bilheterias abrirão às 15h.

Data&Horario Comp. Mandante Visitante Placar Final
22.02.2006 a(os) 20:30 Copa do Brasil / Primeira Fase Ceilândia Esporte Clube Bahia 0 – 0
08.03.2006 a(os) 19:00 Copa do Brasil / Primeira Fase <>Bahia Ceilândia Esporte Clube 1 – 2
15.03.2006 a(os) 21:45 Copa do Brasil / Segunda Fase Ceilândia Esporte Clube Fortaleza 1 – 1
05.04.2006 a(os) 19:00 Copa do Brasil / 2a Fase – volta Fortaleza Ceilândia Esporte Clube 3 – 1
16.02.2011 a(os) 16:00 Copa do Brasil / 1a fase – ida Ceilândia Esporte Clube Caxias-RS 0 – 5
03.04.2013 a(os) 16:00 Copa do Brasil / 1a fase – ida Ceilândia Esporte Clube Ceará 0 – 0
11.04.2013 a(os) 20:00 Copa do Brasil / 1a fase – volta Ceará Ceilândia Esporte Clube 4 – 3
15.02.2017 a(os) 16:00 Copa do Brasil / 1a fase – jogo unico Ceilândia Esporte Clube ABC 1 – 1
2013: Adelson venceu as fraturas do time, uniu a equipe e a levou à final do returno, mas já era tarde.

No seu jogo 230 dirigindo o Ceilândia, o desafio de repetir Mauro Fernandes

Em 2006: Mauro Fernandes reclama da arbitragem... jogos sempre complicados
Mauro Fernandes levou o Ceilândia à segunda fase da Copa do Brasil em 2006

Adelson de Almeida vai para a sua 9a temporada quase ininterrupta dirigindo o Ceilândia. Nesse período foram 163 jogos oficiais.  

O último treinador a conduzir o Ceilândia, que não Adelson de Almeida,  foi Ricardo Oliveira em 2012 em 3 partidas. De lá para cá, Adelson comandou o Ceilândia em 124 jogos oficiais, com 54 vitórias, 39 empates e 31 derrotas. O aproveitamento do time comandado por Adelson é de 53% de 2012 para cá. Em 2011, Marquinhos Bahia dirigiu o Ceilândia em 4 jogos.

2013: Adelson venceu as fraturas do time, uniu a equipe e a levou à final do returno, mas já era tarde.
Adelson e Dimba tem a missão de levar o Ceilândia à segunda fase da Copa do Brasil 2018

Adelson teve uma primeira passagem pelo Ceilândia entre 2001 e 2003. No total, Adelson de Almeida conduziu o Ceilândia em 229 jogos desde 2001. Desse total, foram 207 jogos oficiais com 82 vitórias, 68 empates e 57 derrotas.

Os bons números do Ceilândia sob o comando de Adelson, contudo, ainda reservam uma boa sorte de desafios em nível nacional. Um deles é repetir o feito do time comandado por Mauro Fernandes em 2006 quando, pela única vez, o Gato Preto passou à segunda fase da Copa do Brasil ao vencer o Bahia, na Fonte Nova, por 2 x 1.

 

Related Images:

Luverdense se defende bem e aproveita as chances que cria

No jogo mais importante do ano, Ceilândia testa maturidade contra o Avaí

Luverdense se defende bem e aproveita as chances que cria
Em 2017, Ceilândia não conseguiu passar pelo paredão do ABC

O Ceilândia estreia na Copa do Brasil com o desafio de reverter a vantagem do empate concedida pelo regulamento ao Avaí. Não será uma tarefa fácil.

Até o momento foram disputados 20 jogos pela Copa do Brasil 2018. Em 16 ocasiões, o time que jogava com o empate se classificou e em quase metade das situações (7 jogos) a vantagem foi utilizada.

Ceilândia x Avaí terá o mesmo árbitro de Ceilandia x ABC em 2017
Ceilândia x Avaí terá o mesmo árbitro de Ceilandia x ABC em 2017: Francisco Nascimento de Alagoas

O Ceilândia sabe o que é isso. No ano passado, foi eliminado pelo ABC após empatar em casa por 1 x 1. O Gato Preto precisa evitar a repetição do ocorrido por várias razões, principalmente a financeira. Passar de fase daria alguma tranquilidade para enfrentar os desafios de 2018.

Elivelto voltou a marcar pelo Ceilândia diante do Real. Ceilândia vai precisar fazer gol(s) diante do Avaí
Elivelto voltou a marcar pelo Ceilândia diante do Real. Ceilândia vai precisar fazer gol(s) diante do Avaí

Para essa partida o técnico Adelson de Almeida tem todo o seu time à disposição.  Para os lados da Cidade do Gato sabe-se pouco sobre o Avaí.

Muito questionado, Formiga tem sido importante para o Ceilândia
Muito questionado, Formiga tem sido importante para o Ceilândia

Os ingressos serão vendidos apenas no dia do jogo, nas bilheterias do Abadião, a partir das 15h. Os ingressos custarão a partir de R$ 15,00 (quinze reais) a meia entrada.

Elivelto é peça importante no time do Ceilândia

Começou!!!

Elivelto é peça importante no time do Ceilândia
Elivelto é peça importante no time do Ceilândia

O Ceilândia joga no próximo domingo em Corumbá-MS, 17h (18 horas em Brasília), contra o Corumbaense, jogo válido pela Copa Verde 2018.

Será a primeira partida oficial do Gato Preto na temporada, mas para os adversários do Ceilândia 2018 já começou. 

Ontem, o Corumbaense estreou no Campeonato Pantaneiro vencendo o Operário de Dourados por 3 x 0 com boa presença de público.

Já o Avaí, adversário do Ceilândia na Copa do Brasil, estreou no estadual perdendo para o Internacional de Lages. 

O outro próximo adversário do Ceilândia é o Luziânia que estréia no Candangão 2018 no sábado, diante do Santa Maria.

A última do dia: o Presidente Ari de Almeida confirmou que o Ceilândia jogará de verde no próximo domingo. A se tirar pelas manifestações na fanpage do CeilandiaEC a novidade não foi bem recebida.

 

Camisa terá escudo diferente: letra "C" estilizada e as estrelas

Ceilândia de verde-oliva contra Corumbaense?

Adelson testou Vavá e Ronan no ataque
Adelson testou Vavá e Ronan: time tem dificuldade em chegar equilibrado ao ataque

O Ceilândia guarda uma supresa para o jogo de estreia na Copa Verde 2018.  O Presidente Ari de Almeida estuda mandar o Ceilândia a campo com uniforme na cor verde-oliva. Argumenta que se trata de uma homenagem à competição e que os uniformes de Ceilândia e Corumbaense são parecidos.

A decisão é polêmica, visto que a cor não consta do estatuto do  Ceilândia. Por essa razão, o Ceilândia precisou pedir uma autorização para a CBF que ainda não se manifestou. Do ponto de vista do torcedor, a maior parte das pessoas entrevistadas pelo CeilandiaEC não gostou da idéia, visto que verde é a cor de um de nossos mais tradicionais adversários.

Camisa terá escudo diferente: letra "C" estilizada e as estrelas
Camisa terá escudo diferente: letra “C” estilizada e as estrelas

No campo, o técnico Adelson de Almeida lutar para dar ritmo a sua equipe. O time ainda apresenta alguns problemas no sistema defensivo a começar pelo posicionamento de seus meias, mas preocupa também ofensivamente porque tem tido dificuldades de realizar uma transição ofensiva com apoio necessário

O adversário do Ceilândia, o Corumbá, estreia no campeonato estadual amanhã, diante do Operário de Dourados.

Related Images:

Anapolina: teste mais importante antes da estreia

Alcione não encontrou seu espaço no domingo: como em 2017, se ele vai mal, o Ceilândia vai mal.
Alcione não encontrou seu espaço no domingo: como em 2017, se ele vai mal, o Ceilândia vai mal.

O Ceilândia volta a campo na tarde desta quarta-feira, 17h, em Anápolis, para a enfrentar a Anapolina.  Será o principal teste da fase de preparação. No próximo dia 21, o Gato Preto enfrentará a Corumbaense-MS pela Copa Verde.

Cauê e Cocada (em ação) não foram testados
Cauê e Cocada (em ação) não foram testados

No último final de semana, o Ceilândia fez jogo-treino contra o Montreal, time amador de Corumbá-GO. O técnico Adelson de Almeida sabe que as jogadas ofensivas não sairam naturalmente como era de se esperar.

Uma preocupação é que a transição defesa para o ataque sempre esteve baseada mais na força que em jogadas organizadas. Argumenta-se que isso é  algo natural nesse estágio do trabalho:  Alcione e Kariri ,  no meio, e Dim e Ronan, no ataque,  estão se apresentando uns aos outros.

Anapolina sobrou no jogo
Em 2016: Anapolina sobrou nos dois amistosos e venceu ambos

A defesa do Ceilândia, por sua vez, enfim será testada.  Oportunidade para ver como o miolo de zaga com Cocada e Cauê irá se comportar

Os últimos confrontos amistosos contra a Anapolina não trazem boas recordações para os alvinegros: duas derrotas nos dois jogos mais recentes (1×0 e 2×0 em 2016).

Related Images:

Com jogo-treino, Ceilândia começa fase final da preparação

Emerson participou ativamente do primeiro tempo
Emerson Martins participou ativamente do primeiro tempo

O Ceilândia foi até Corumbá de Goiás neste sábado enfrentar o Montreal, time amador local.  

Kasado começou jogando: caras novas no time alvinegro

Como era natural, a iniciativa sempre foi do Ceilândia. O que não era esperada foi a dificuldade do time  em oferecer perigo à meta adversária ou em organizar jogadas de ataques.  Obviamente tudo mudou com o gol de Emerson Martins, já no terço final da primeira etapa. Logo em seguida Ronan ampliou o marcador.

 

Formiga entrou no segundo tempo

No segundo tempo, Adelson mudou quase que integralmente sua equipe. Diferente do tempo anterior, os gols foram saindo rapidamente, mas o adversário já não tinha  a mesma força (Formiga, Adriano, Gago e Batata, 2 cada).

 

Adriano também fez gols

No final da partida Adelson conversou com o CeilandiaEC. O treinador disse que o treino foi proveitoso. Adelson admitiu a dificuldade inicial como algo natural, decorrente da ansiedade. 

Na quarta, o Ceilândia enfrenta a Anapolina em Anápolis.

 

Related Images:

Em meio às festas, foco em 2018

Goleiros treinam em separado. Wendell, ao centro, é um velho conhecido da Copa Verde

O Ceilândia retornou aos trabalhos depois da breve folga para o Natal. Os atletas realizaram trabalhos físicos e técnicos.

Emerson treina forte: bom nome de 2017 e de quem se espera um salto de qualidade em 2018

Faltando menos de um mês para a estreia na Copa Verde, o Gato Preto sabe que precisa trabalhar muito se quiser repetir a campanha de 2017. Sabe tambem que vai ter que se superar mais ainda se quiser conquistar os títulos que fizeram falta  no ano passado.

Batata demonstra aplicação  no treino físico

A comissão técnica elogia o trabalho feito até o momento e a dedicação do elenco. Na avaliação da Comissão, os jogadores novos como Ronan, Cauê e Vavá, ao lado da estrutura herdada de 2017, Dudu, Elivelto, Didão, Emerson e Alcione, podem dar muitas alegrias ao torcedor alvinegro. 

Treino técnico: Adelson ainda terá muito trabalho

Ainda  na visão da Comissão Técnica o momento é de trabalhar técnica, física, tática e mentalmente o elenco para uma temporada que promete ser longa. Os resultados, afirmam, dará a medida do trabalho e do compromentimento de cada um. 

Ceilândia prossegue rotina de treinamentos para 2018

Ceilândia enfrenta Avaí pela Copa do Brasil 2018

Ceilândia prossegue rotina de treinamentos para 2018
Ceilândia prossegue rotina de treinamentos para 2018

O Ceilândia vai enfrentar o Avaí-SC na primeira fase da Copa do Brasil 2018.  A competição começa em 31 de janeiro, mas a CBF deve desmembrar a tabela, de modo que ainda não é possível dizer a data do jogo com precisão.

Comissão Técnica tem o desafio de fazer o Ceilândia passar de fase na Copa do Brasil
Comissão Técnica tem o desafio de fazer o Ceilândia passar de fase na Copa do Brasil

Será confronto de jogo único, como foi em 2017,  quando o Ceilândia empatou com o ABC em 1 x 1 e foi eliminado. O empate no tempo normal classifica o Avaí, de modo que o Gato Preto precisa vencer. Se passar, pega o vencedor de Juventude e Interporto-TO (chaveamento C e G).

O Ceilândia jamais enfrentou times catarinenses em competições nacionais. Do lado alvinegro havia a certeza que o chaveamento colocaria o Ceilândia contra um adversário forte: tendo subido no ranking da CBF, o Ceilândia sabe que quanto mais próximo do Top40 mais forte seria o adversário (chaveamento B e F).

Related Images:

No último confronto da Copa do Brasil no Regional o Ceilândia empatou sem gols com o Ceará

Veja possíveis adversários do Ceilândia na Copa do Brasil 2018

No último confronto da Copa do Brasil no Regional o Ceilândia empatou sem gols com o Ceará
Ceilândia pode reencontrar Ceará na Copa do Brasil 2018

O Ceilândia já pode fazer uma projeção de seu possível adversário na Copa do Brasil 2018. O Gato Preto está no pote 6 e o seu adversário deve sair do pote 2.

Na Copa do Brasil 2018, os times do Pote 1 enfrentam o do Pote 5, os do 3 enfrentam os do 7 e os do 4 enfrentam o do 8. 

Assim, o Ceilândia deve enfrentar Figueirense, Atletico-GO, Goiás, Avaí, Santa Cruz,  Paysandu, Ceará, Paraná, Criciúma ou Joinville. 

Luverdense se defende bem e aproveita as chances que cria
Em 2017, Ceilândia enfrentou o ABC e foi eliminado com empate jogando em casa

Desses times, Paraná e Ceará subiram para a Série A.  Ceilândia e Ceará enfrentaram-se pela Copa do Brasil de 2013 quando o Gato Preto foi eliminado depois de empate em 0x0 e derrota em Fortaleza por 4 x 3.

A definição dos potes pode ser alterada caso o Flamengo se sagre campeão da Copa Sulamericana. Nesse caso o Atletico-MG deixaria o Pote 1, o que provocaria um efeito cascata nos demais potes.

POTE 1 POTE 2 POTE 3 POTE 4 POTE 5 POTE 6 POTE 7 POTE 8
Atlético-MG (5º) Figueirense (19º) ABC (31º) América-RN (43º) Santos-AP (69º) Novo Hamburgo (96º) São Raimundo-RR (121º) Tubarão-SC
Botafogo (8º) Atlético-GO (20º) Náutico (32º) Botafogo-PB (45º) Caxias (71º) Ceilândia (97º) Vitória da Conquista (122º) Aimoré-RS
Atlético-PR (9º) Goiás (22º) Juventude (33º) ASA (47º) Madureira (72º) Altos (98º) Brasiliense (145º) Atlético-ES
Internacinal (10º) Avaí (23º) Bragantino (35º) Cuiabá (50º) Caldense (74º) Sergipe (99º) Cordino-MA (157º) Corumbaense-MS
São Paulo (11º) Santa Cruz (25º) CRB (36º) Salgueiro (51º) Boavista (76º) URT-MG (101º) Real Ariquemes-RO (161º) Ferroviário-CE
Fluminense (12º) Paysandu (26º) Oeste (37º) Remo (57º) Aparecidense-GO (78º) Treze (102º) Independente-PA (166º) Floresta-CE
Sport (15º) Ceará (27º) Boa Esporte (38º) CSA (59º) Nacional-AM (80º) Itabaiana (104º) Interporto-TO (167º) Inter de Limeira-SP
Ponte Preta (16º) Paraná (28º) Sampaio Corrêa (39º) Rio Branco (64º) Atlético-AC (81º) Brusque (108º) Dom Bosco-MT (172º) Manaus-AM
Coritiba (17º) Criciúma (29º) Londrina (40º) Ituano (65º) Parnahyba (92º) Sinop (110º) Nova Iguaçu (201º) Novoperário-MS
Vitória (18º) Joinville (30º) Vila Nova-GO (41º) Globo FC (67º) São Caetano (92º) Fluminense-BA (118º) Cianorte (205º) Uberlândia-MG
Presidente Ari de Almeida: Copa Verde é prioridade

Foco no Luverdense pela Copa Verde

Ceilândia enfrentou o Brasília de olho no Luverdense
Ceilândia enfrentou o Brasília de olho no Luverdense

O Ceilândia jogou contra o Brasília já de olho no Luverdense. jogo válido pelas oitavas de final da Copa Verde 2017.  Há poucas informações sobre o time matogrossense, mas o pouco que se sabe é que é um time muito diferente daquele do ano passado.

O Luverdense está invicto em 2017 e é muito forte em seus domínios. Se quiser avançar na Copa Verde o Ceilândia precisa fazer um bom resultado dentro de casa. O adversário acaba de classificar-se para a terceira fase da Copa do Brasil, mas pagará o preço pelo desgaste do confronto do meio de semana.

Presidente Ari de Almeida: Copa Verde é prioridade
Presidente Ari de Almeida: Copa Verde é prioridade

O presidente Ari de Almeida coloca a Copa Verde como prioridade nesse momento. A tarefa não será fácil. As informações recebidas dão conta que o Luverdense é uma equipe que assenta seu jogo em um forte sistema defensivo e nos contra-ataques rápidos. Se o adversário der campo, é um time que avança sempre organizado. Nada muito diferente daquilo que o Ceilândia viu diante do ABC pela Copa do Brasil.

O Ceilândia sabe os perigos que corre. Por essa razão, o técnico Adelson de Almeida poupou boa parte de seu elenco titular no jogo de ontem. 

Mario esteve abaixo das últimas apresentações: o Ceilândia também

Sete pontos atrás e remo para remar

Cristiano entrou no lugar de Badhuga:não comprometeu
Em 2016, no último confronto: um sofrível 0 x 0 entre Ceilândia e Formosa

Ceilândia vai a Formosa nesta quarta enfrentar o time da casa. Com sete pontos de diferença para os líderes do Candangão 2017, o Gato Preto tem muito tem muito que remar.

Com jogos a cada três ou quatro dias, o  técnico Adelson de Almeida sabe que precisa rodar o elenco para as fases decisivas da competição. No  jogo contra o Luziânia, Adelson já descansou alguns de seus atletas e poupou Didão nos minutos finais.

Há cinco anos que o Ceilândia não enfrenta o Formosa no Diogão. A última vez foi em 2012, na vitória do Gato Preto por 3 x 2. De lá para cá, mais três jogos: vitória do Formosa em 2014, no Serra do Lago, por 2 x 1 e dois empates: 1 x 1  em 2015 no Augustinho Lima e 0 x 0 no Regional em 2016.

Formosa vs Ceilândia EC

Diogo Francisco Gomes
Campeonato Candango

Related Images:

Ceilândia vence Luziânia e faz os primeiros pontos no Candangão 2017

O Ceilândia começou meio devagar e o Luziânia por pouco não aproveitou
O Ceilândia começou meio devagar e o Luziânia por pouco não aproveitou

O Ceilândia conquistou seus primeiros pontos no Candangão 2017 ao derrotar o Luziânia, no Serro do Lago, na tarde deste domingo por 3 x 1.
Foi um jogo cheio de alternativas. Os dois times começaram lentos sob o sol escaldante de fevereiro. O Luziânia teve a iniciativa dos primeiros minutos enquanto o Ceilândia era um time que confundia cadência com lentidão tanto para marcar quanto para armar suas jogadas.


Esses primeiros minutos do Ceilândia quase lhe custaram caro porque logo aos 4 minutos o Luziânia teve uma oportunidade clara de gol.
Passados os primeiros minutos o Ceilândia equilibrou o jogo. A marcação começou a encaixar, principalmente pelo lado esquerdo de defesa, hoje contando com Kabrine.


Depois dos 20 minutos, o Ceilândia começou a chegar na área de defesa do Luziânia. Diferente do seu adversário, o Ceilândia chegava com qualidade e, conquanto não criasse situações claras de gol, demonstrava que o menor vacilo do Luziânia seria apenado.
Não demorou muito e o Ceilândia abriu o marcador: cruzamento na área e Gilmar Herê e Filipe Cirne disputaram para ver quem abriria o marcador. Gilmar Herê foi feliz e fez Ceilândia 1 x 0.

Herê comemora o primeiro gol do Ceilândia
Herê comemora o primeiro gol do Ceilândia

Veio o segundo tempo e o panorama da partida não mudou. O Ceilândia perigoso nos contra-ataques. Logo aos seis minutos, Romarinho roubou a bola na intermediária, tocou para Alcione e recebeu dentro da área para fazer Ceilândia 2 x 0.
Com a vantagem, o Ceilândia se acomodou. Sem o mesmo ímpeto na defesa e no ataque, o Gato Preto passou a namorar com o perigo. O castigo veio aos 30 quando Cauê, de cabeça, diminuiu para o Luziânia.


O azulino até tentou pressionar o Ceilândia em busca do empate, mas o Gato Preto rapidamente se estabilizou e, aos 47, Badhuga pegou a sobra do goleiro para dar número finais ao jogo: Ceilândia 3 x 1.
Com os primeiros pontos na tabela, o Ceilândia tem muito remo para remar: na próxima quarta-feira vai a Formosa enfrentar o time da casa que empatou com o Gama neste domingo em 0 x 0.

Related Images: