Tag: Copa do Brasil

Ceilândia derrotado pelo Flamengo-RJ pela Copa do Brasil Sub20

Impossível encontrar fotografias do jogo. Esta aqui aparentemente é de Cahe Motta do GloboEsporte

Os meninos do Ceilândia foram derrotados pelo Flamengo nesta quinta-feira e estão fora da Copa do Brasil Sub20. 

O time do técnico Léo Roquete fez o possível, mas no final a diferença na preparação cobrou seu preço. O Ceilândia tomou três gols nos minutos finais da partida e foi derrotado por 4 x 0.

Delegação do Ceilândia na Copa do Brasil 2019 Sub 20

As redes sociais são ambientes tóxicos. A discussão é rasa e não é possível, mesmo aqui, em 450 palavras, ser muito profundo. O fato é que o Ceilândia fez uma partida dentro de suas possibilidades. Simples assim. 

Há uma diferença enorme na preparação das equipes. O Ceilândia teve 2 semanas, o Flamengo teve 3.  A diferença é que enquanto o Ceilândia se dividia com as tarefas do dia-a-dia, o Flamengo fazia uma “intensa preparação física, tática, técnica e mental, período que incluiu uma mini pré-temporada no CT do Hotel Fazenda China Park, em São Domingos, no Espírito Santo, além de treinamentos no Rio de Janeiro”.

O jogo foi jogo de um time só. O Ceilândia se defendia, o Flamengo atacava. Matheus foi um grande nome do jogo, mas o Ceilândia poderia ter saído na frente logo aos 4 com Vitor Mariano.  Depois disso, só deu Flamengo até que aos 19, Bill fez o primeiro gol do jogo.

O primeiro tempo terminou com esse gol. Veio o segundo tempo e o jogo ficou mais amarrado. Ainda assim o Flamengo chegava com mais perigo, mas sem obrigar Thiago a  trabalhar. Aos 23, penalti para o Flamengo. Yuri cobrou e fez 2 x 0.

O Ceilândia que vivia seu melhor momento no jogo se desequilibrou. Aos 28  , Rodrigo Muniz fez 3×0. Aos 36, Rodrigo Muniz fez 4 x 0. 

O resultado reflete muitas coisas: a melhor preparação, a melhor estrutura e até mesmo eventual melhor jogo do Flamengo. O resultado não reflete uma coisa: o quão valorosos são todos os meninos do Ceilândia e sua comissão técnica.

O Ceilândia ainda disputará a Copa do Brasil Sub 17.

O Ceilândia jogou com Matheus, Daniel Patrick, Bolt (Sales),  Artur (Igor), Davi,  Rodrigo,  Luan, Klyverson (Junior), Abídio (Gabriel), Vitor Mariano e  Lucas Tavares (Lorran). 

Matheus, Luan, Klyverson, Vitor Mariano receberam amarelo.

 

Vavá marcou logo aos 3 minutos. Avaí empatou 15 minutos depois

Vida que segue!

Bom público na tarde desta quarta-feira para Ceilândia e Avaí
Bom público na tarde desta quarta-feira para Ceilândia e Avaí

O Ceilândia foi eliminado pelo Avaí na primeira fase da Copa do Brasil 2018.  Em uma partida eletrizante, o Gato Preto saiu na frente do marcador logo aos 3 minutos do primeiro tempo em jogada individual de Vavá.

Dudu Lopes e Elivelto tiveram muito trabalho
Dudu Lopes e Elivelto tiveram muito trabalho

Com a vantagem no marcador, o Ceilândia cedeu campo para o adversário que passou a rondar a intermediária de defesa alvinegra. Não demorou e o Avaí chegou ao gol de empate com Rômulo. Eram 18 minutos do primeiro tempo.

Vavá marcou logo aos 3 minutos. Avaí empatou 15 minutos depois
Vavá marcou logo aos 3 minutos. Avaí empatou 15 minutos depois

O gol de empate não mudou o panorâma da partida. O Avaí tinha a iniciativa do jogo e o Ceilândia tinha dificuldade na transição da defesa para o ataque e, particularmente, na marcação da saída de bola adversária. 

O Avaí permaneceu melhor até os 35 minutos quando enfim o jogo voltou a ficar equilibrado. 

Gago teve muita dificuldade para jogar nesta quarta
Gago teve muita dificuldade para jogar nesta quarta

Veio o segundo tempo e o Ceilândia voltou com outra postura. O Gato Preto assumiu a iniciativa do jogo  e, conquanto não criasse situações claras de gol, parecia questão de tempo que chegasse ao segundo gol. Não foi isso que ocorreu.

Quando o Ceilândia era melhor e parecia que chegaria o seu momento, aos 24, erro na saída de bola do Ceilândia e Luan colocou o Avaí na frente: 2 x 1.

Formiga saiu lesionado
Formiga saiu lesionado

Aos 29, Romulo do Avaí recebeu cartão amarelo. Aos 33, o mesmo Romulo fez falta em Dudu Lopes. Deveria ter recebido outro cartão amarelo. Isso não aconteceu. Vida que segue.

Emerson Martins chegou a empatar o jogo, mas o Avaí fez o terceiro em seguida
Emerson Martins chegou a empatar o jogo, mas o Avaí fez o terceiro em seguida

O Ceilândia era todo  ataque, mas somente empatou aos 44, num arremate de longa distância de Emerson Martins.  

Wallace Jesus entrou nos minutos finais: boa movimentação
Wallace Jesus entrou nos minutos finais: boa movimentação

O árbitro assinalou 4 minutos de acréscimo. O Gato Preto tentava chegar no abafa e foi castigado no último segundo quando Luan fez Avaí 3 x 2. O resultado mais que eliminar o Ceilândia impôs ao Gato Preto uma derrota imerecida. Vida que segue.

O Ceilândia venceu apenas um jogo na Copa do Brasil. E foi fora de casa!

Hora de subir um degrau

O Ceilândia venceu apenas um jogo na Copa do Brasil. E foi fora de casa!
O Ceilândia venceu apenas um jogo na Copa do Brasil. E foi fora de casa! Bahia em 2006.

O Ceilândia tem feito boas campanhas em competições nacionais, mas tem empacado na Copa do Brasil. A única vez que o time se classificou à segunda fase foi em 2006,  quando passou pelo Bahia e foi eliminado na  fase seguinte para o Fortaleza.

CEC x Fortaleza: empate em casa
CEC x Fortaleza: empate em casa e derrota em Fortaleza.

Nas últimas participações, o Ceilândia foi eliminado ainda na primeira fase  por Caxias, Ceará e ABC. Está na hora de passar de fase.

Em 2011, o Ceí foi derrotado em casa pelo Caxias
Em 2011, o Ceí foi derrotado vergonhosamente em casa pelo Caxias

O jogo de hoje é importante também pelo aspecto econômico. Dos times de ponta do Distrito Federal, o Ceilândia é o único sem um aporte financeiro direto. Luta diariamente para manter as contas minimamente em dia. A premiação da Copa do Brasil traria alguma tranquilidade. É talvez, por isso, o jogo mais importante do ano, tanto para o clube quanto para os jogadores.

Cassius teve boa oportunidade em 2013 contra o Ceará: 0 x 0
Cassius teve boa oportunidade em 2013 contra o Ceará: 0 x 0 em casa e derrota por 4 x 3 fora.

Adelson de Almeida não tem problemas para montar a sua equipe. O pouco que se sabe sobre o adversário indica que é um time ainda em formação e que, por isso, tem alternado bons e maus resultados no campeonato local. Sabe-se, por óbvio, da força da camisa, mas o Ceilândia  não pode se dar ao luxo de ser mais uma vez eliminado na primeira fase da Copa do Brasil. 

Didão: o Capitão deve voltar contra o Taguatinga
Ano passado, empate em casa por 1 x 1 e eliminação diante do ABC

Promessa de jogo tenso até porque somente a vitória interessa. Ingressos a partir de 15 reais a meia. Bilheterias abrirão às 15h.

Data&Horario Comp. Mandante Visitante Placar Final
22.02.2006 a(os) 20:30 Copa do Brasil / Primeira Fase Ceilândia Esporte Clube Bahia 0 – 0
08.03.2006 a(os) 19:00 Copa do Brasil / Primeira Fase <>Bahia Ceilândia Esporte Clube 1 – 2
15.03.2006 a(os) 21:45 Copa do Brasil / Segunda Fase Ceilândia Esporte Clube Fortaleza 1 – 1
05.04.2006 a(os) 19:00 Copa do Brasil / 2a Fase – volta Fortaleza Ceilândia Esporte Clube 3 – 1
16.02.2011 a(os) 16:00 Copa do Brasil / 1a fase – ida Ceilândia Esporte Clube Caxias-RS 0 – 5
03.04.2013 a(os) 16:00 Copa do Brasil / 1a fase – ida Ceilândia Esporte Clube Ceará 0 – 0
11.04.2013 a(os) 20:00 Copa do Brasil / 1a fase – volta Ceará Ceilândia Esporte Clube 4 – 3
15.02.2017 a(os) 16:00 Copa do Brasil / 1a fase – jogo unico Ceilândia Esporte Clube ABC 1 – 1
2013: Adelson venceu as fraturas do time, uniu a equipe e a levou à final do returno, mas já era tarde.

No seu jogo 230 dirigindo o Ceilândia, o desafio de repetir Mauro Fernandes

Em 2006: Mauro Fernandes reclama da arbitragem... jogos sempre complicados
Mauro Fernandes levou o Ceilândia à segunda fase da Copa do Brasil em 2006

Adelson de Almeida vai para a sua 9a temporada quase ininterrupta dirigindo o Ceilândia. Nesse período foram 163 jogos oficiais.  

O último treinador a conduzir o Ceilândia, que não Adelson de Almeida,  foi Ricardo Oliveira em 2012 em 3 partidas. De lá para cá, Adelson comandou o Ceilândia em 124 jogos oficiais, com 54 vitórias, 39 empates e 31 derrotas. O aproveitamento do time comandado por Adelson é de 53% de 2012 para cá. Em 2011, Marquinhos Bahia dirigiu o Ceilândia em 4 jogos.

2013: Adelson venceu as fraturas do time, uniu a equipe e a levou à final do returno, mas já era tarde.
Adelson e Dimba tem a missão de levar o Ceilândia à segunda fase da Copa do Brasil 2018

Adelson teve uma primeira passagem pelo Ceilândia entre 2001 e 2003. No total, Adelson de Almeida conduziu o Ceilândia em 229 jogos desde 2001. Desse total, foram 207 jogos oficiais com 82 vitórias, 68 empates e 57 derrotas.

Os bons números do Ceilândia sob o comando de Adelson, contudo, ainda reservam uma boa sorte de desafios em nível nacional. Um deles é repetir o feito do time comandado por Mauro Fernandes em 2006 quando, pela única vez, o Gato Preto passou à segunda fase da Copa do Brasil ao vencer o Bahia, na Fonte Nova, por 2 x 1.

 

Related Images:

Luverdense se defende bem e aproveita as chances que cria

No jogo mais importante do ano, Ceilândia testa maturidade contra o Avaí

Luverdense se defende bem e aproveita as chances que cria
Em 2017, Ceilândia não conseguiu passar pelo paredão do ABC

O Ceilândia estreia na Copa do Brasil com o desafio de reverter a vantagem do empate concedida pelo regulamento ao Avaí. Não será uma tarefa fácil.

Até o momento foram disputados 20 jogos pela Copa do Brasil 2018. Em 16 ocasiões, o time que jogava com o empate se classificou e em quase metade das situações (7 jogos) a vantagem foi utilizada.

Ceilândia x Avaí terá o mesmo árbitro de Ceilandia x ABC em 2017
Ceilândia x Avaí terá o mesmo árbitro de Ceilandia x ABC em 2017: Francisco Nascimento de Alagoas

O Ceilândia sabe o que é isso. No ano passado, foi eliminado pelo ABC após empatar em casa por 1 x 1. O Gato Preto precisa evitar a repetição do ocorrido por várias razões, principalmente a financeira. Passar de fase daria alguma tranquilidade para enfrentar os desafios de 2018.

Elivelto voltou a marcar pelo Ceilândia diante do Real. Ceilândia vai precisar fazer gol(s) diante do Avaí
Elivelto voltou a marcar pelo Ceilândia diante do Real. Ceilândia vai precisar fazer gol(s) diante do Avaí

Para essa partida o técnico Adelson de Almeida tem todo o seu time à disposição.  Para os lados da Cidade do Gato sabe-se pouco sobre o Avaí.

Muito questionado, Formiga tem sido importante para o Ceilândia
Muito questionado, Formiga tem sido importante para o Ceilândia

Os ingressos serão vendidos apenas no dia do jogo, nas bilheterias do Abadião, a partir das 15h. Os ingressos custarão a partir de R$ 15,00 (quinze reais) a meia entrada.

Elivelto é peça importante no time do Ceilândia

Começou!!!

Elivelto é peça importante no time do Ceilândia
Elivelto é peça importante no time do Ceilândia

O Ceilândia joga no próximo domingo em Corumbá-MS, 17h (18 horas em Brasília), contra o Corumbaense, jogo válido pela Copa Verde 2018.

Será a primeira partida oficial do Gato Preto na temporada, mas para os adversários do Ceilândia 2018 já começou. 

Ontem, o Corumbaense estreou no Campeonato Pantaneiro vencendo o Operário de Dourados por 3 x 0 com boa presença de público.

Já o Avaí, adversário do Ceilândia na Copa do Brasil, estreou no estadual perdendo para o Internacional de Lages. 

O outro próximo adversário do Ceilândia é o Luziânia que estréia no Candangão 2018 no sábado, diante do Santa Maria.

A última do dia: o Presidente Ari de Almeida confirmou que o Ceilândia jogará de verde no próximo domingo. A se tirar pelas manifestações na fanpage do CeilandiaEC a novidade não foi bem recebida.

 

Camisa terá escudo diferente: letra "C" estilizada e as estrelas

Ceilândia de verde-oliva contra Corumbaense?

Adelson testou Vavá e Ronan no ataque
Adelson testou Vavá e Ronan: time tem dificuldade em chegar equilibrado ao ataque

O Ceilândia guarda uma supresa para o jogo de estreia na Copa Verde 2018.  O Presidente Ari de Almeida estuda mandar o Ceilândia a campo com uniforme na cor verde-oliva. Argumenta que se trata de uma homenagem à competição e que os uniformes de Ceilândia e Corumbaense são parecidos.

A decisão é polêmica, visto que a cor não consta do estatuto do  Ceilândia. Por essa razão, o Ceilândia precisou pedir uma autorização para a CBF que ainda não se manifestou. Do ponto de vista do torcedor, a maior parte das pessoas entrevistadas pelo CeilandiaEC não gostou da idéia, visto que verde é a cor de um de nossos mais tradicionais adversários.

Camisa terá escudo diferente: letra "C" estilizada e as estrelas
Camisa terá escudo diferente: letra “C” estilizada e as estrelas

No campo, o técnico Adelson de Almeida lutar para dar ritmo a sua equipe. O time ainda apresenta alguns problemas no sistema defensivo a começar pelo posicionamento de seus meias, mas preocupa também ofensivamente porque tem tido dificuldades de realizar uma transição ofensiva com apoio necessário

O adversário do Ceilândia, o Corumbá, estreia no campeonato estadual amanhã, diante do Operário de Dourados.

Related Images:

Anapolina: teste mais importante antes da estreia

Alcione não encontrou seu espaço no domingo: como em 2017, se ele vai mal, o Ceilândia vai mal.
Alcione não encontrou seu espaço no domingo: como em 2017, se ele vai mal, o Ceilândia vai mal.

O Ceilândia volta a campo na tarde desta quarta-feira, 17h, em Anápolis, para a enfrentar a Anapolina.  Será o principal teste da fase de preparação. No próximo dia 21, o Gato Preto enfrentará a Corumbaense-MS pela Copa Verde.

Cauê e Cocada (em ação) não foram testados
Cauê e Cocada (em ação) não foram testados

No último final de semana, o Ceilândia fez jogo-treino contra o Montreal, time amador de Corumbá-GO. O técnico Adelson de Almeida sabe que as jogadas ofensivas não sairam naturalmente como era de se esperar.

Uma preocupação é que a transição defesa para o ataque sempre esteve baseada mais na força que em jogadas organizadas. Argumenta-se que isso é  algo natural nesse estágio do trabalho:  Alcione e Kariri ,  no meio, e Dim e Ronan, no ataque,  estão se apresentando uns aos outros.

Anapolina sobrou no jogo
Em 2016: Anapolina sobrou nos dois amistosos e venceu ambos

A defesa do Ceilândia, por sua vez, enfim será testada.  Oportunidade para ver como o miolo de zaga com Cocada e Cauê irá se comportar

Os últimos confrontos amistosos contra a Anapolina não trazem boas recordações para os alvinegros: duas derrotas nos dois jogos mais recentes (1×0 e 2×0 em 2016).

Related Images:

Com jogo-treino, Ceilândia começa fase final da preparação

Emerson participou ativamente do primeiro tempo
Emerson Martins participou ativamente do primeiro tempo

O Ceilândia foi até Corumbá de Goiás neste sábado enfrentar o Montreal, time amador local.  

Kasado começou jogando: caras novas no time alvinegro

Como era natural, a iniciativa sempre foi do Ceilândia. O que não era esperada foi a dificuldade do time  em oferecer perigo à meta adversária ou em organizar jogadas de ataques.  Obviamente tudo mudou com o gol de Emerson Martins, já no terço final da primeira etapa. Logo em seguida Ronan ampliou o marcador.

 

Formiga entrou no segundo tempo

No segundo tempo, Adelson mudou quase que integralmente sua equipe. Diferente do tempo anterior, os gols foram saindo rapidamente, mas o adversário já não tinha  a mesma força (Formiga, Adriano, Gago e Batata, 2 cada).

 

Adriano também fez gols

No final da partida Adelson conversou com o CeilandiaEC. O treinador disse que o treino foi proveitoso. Adelson admitiu a dificuldade inicial como algo natural, decorrente da ansiedade. 

Na quarta, o Ceilândia enfrenta a Anapolina em Anápolis.

 

Related Images:

Em meio às festas, foco em 2018

Goleiros treinam em separado. Wendell, ao centro, é um velho conhecido da Copa Verde

O Ceilândia retornou aos trabalhos depois da breve folga para o Natal. Os atletas realizaram trabalhos físicos e técnicos.

Emerson treina forte: bom nome de 2017 e de quem se espera um salto de qualidade em 2018

Faltando menos de um mês para a estreia na Copa Verde, o Gato Preto sabe que precisa trabalhar muito se quiser repetir a campanha de 2017. Sabe tambem que vai ter que se superar mais ainda se quiser conquistar os títulos que fizeram falta  no ano passado.

Batata demonstra aplicação  no treino físico

A comissão técnica elogia o trabalho feito até o momento e a dedicação do elenco. Na avaliação da Comissão, os jogadores novos como Ronan, Cauê e Vavá, ao lado da estrutura herdada de 2017, Dudu, Elivelto, Didão, Emerson e Alcione, podem dar muitas alegrias ao torcedor alvinegro. 

Treino técnico: Adelson ainda terá muito trabalho

Ainda  na visão da Comissão Técnica o momento é de trabalhar técnica, física, tática e mentalmente o elenco para uma temporada que promete ser longa. Os resultados, afirmam, dará a medida do trabalho e do compromentimento de cada um. 

[efb_likebox fanpage_url=”ceilandiaec” box_width=”600″ box_height=”” locale=”pt_BR” responsive=”1″ show_faces=”1″ show_stream=”0″ hide_cover=”0″ small_header=”0″ hide_cta=”0″ animate_effect=”fadeIn” ]

Ceilândia prossegue rotina de treinamentos para 2018

Ceilândia enfrenta Avaí pela Copa do Brasil 2018

Ceilândia prossegue rotina de treinamentos para 2018
Ceilândia prossegue rotina de treinamentos para 2018

O Ceilândia vai enfrentar o Avaí-SC na primeira fase da Copa do Brasil 2018.  A competição começa em 31 de janeiro, mas a CBF deve desmembrar a tabela, de modo que ainda não é possível dizer a data do jogo com precisão.

Comissão Técnica tem o desafio de fazer o Ceilândia passar de fase na Copa do Brasil
Comissão Técnica tem o desafio de fazer o Ceilândia passar de fase na Copa do Brasil

Será confronto de jogo único, como foi em 2017,  quando o Ceilândia empatou com o ABC em 1 x 1 e foi eliminado. O empate no tempo normal classifica o Avaí, de modo que o Gato Preto precisa vencer. Se passar, pega o vencedor de Juventude e Interporto-TO (chaveamento C e G).

O Ceilândia jamais enfrentou times catarinenses em competições nacionais. Do lado alvinegro havia a certeza que o chaveamento colocaria o Ceilândia contra um adversário forte: tendo subido no ranking da CBF, o Ceilândia sabe que quanto mais próximo do Top40 mais forte seria o adversário (chaveamento B e F).

Related Images:

No último confronto da Copa do Brasil no Regional o Ceilândia empatou sem gols com o Ceará

Veja possíveis adversários do Ceilândia na Copa do Brasil 2018

No último confronto da Copa do Brasil no Regional o Ceilândia empatou sem gols com o Ceará
Ceilândia pode reencontrar Ceará na Copa do Brasil 2018

O Ceilândia já pode fazer uma projeção de seu possível adversário na Copa do Brasil 2018. O Gato Preto está no pote 6 e o seu adversário deve sair do pote 2.

Na Copa do Brasil 2018, os times do Pote 1 enfrentam o do Pote 5, os do 3 enfrentam os do 7 e os do 4 enfrentam o do 8. 

Assim, o Ceilândia deve enfrentar Figueirense, Atletico-GO, Goiás, Avaí, Santa Cruz,  Paysandu, Ceará, Paraná, Criciúma ou Joinville. 

Luverdense se defende bem e aproveita as chances que cria
Em 2017, Ceilândia enfrentou o ABC e foi eliminado com empate jogando em casa

Desses times, Paraná e Ceará subiram para a Série A.  Ceilândia e Ceará enfrentaram-se pela Copa do Brasil de 2013 quando o Gato Preto foi eliminado depois de empate em 0x0 e derrota em Fortaleza por 4 x 3.

A definição dos potes pode ser alterada caso o Flamengo se sagre campeão da Copa Sulamericana. Nesse caso o Atletico-MG deixaria o Pote 1, o que provocaria um efeito cascata nos demais potes.

POTE 1 POTE 2 POTE 3 POTE 4 POTE 5 POTE 6 POTE 7 POTE 8
Atlético-MG (5º) Figueirense (19º) ABC (31º) América-RN (43º) Santos-AP (69º) Novo Hamburgo (96º) São Raimundo-RR (121º) Tubarão-SC
Botafogo (8º) Atlético-GO (20º) Náutico (32º) Botafogo-PB (45º) Caxias (71º) Ceilândia (97º) Vitória da Conquista (122º) Aimoré-RS
Atlético-PR (9º) Goiás (22º) Juventude (33º) ASA (47º) Madureira (72º) Altos (98º) Brasiliense (145º) Atlético-ES
Internacinal (10º) Avaí (23º) Bragantino (35º) Cuiabá (50º) Caldense (74º) Sergipe (99º) Cordino-MA (157º) Corumbaense-MS
São Paulo (11º) Santa Cruz (25º) CRB (36º) Salgueiro (51º) Boavista (76º) URT-MG (101º) Real Ariquemes-RO (161º) Ferroviário-CE
Fluminense (12º) Paysandu (26º) Oeste (37º) Remo (57º) Aparecidense-GO (78º) Treze (102º) Independente-PA (166º) Floresta-CE
Sport (15º) Ceará (27º) Boa Esporte (38º) CSA (59º) Nacional-AM (80º) Itabaiana (104º) Interporto-TO (167º) Inter de Limeira-SP
Ponte Preta (16º) Paraná (28º) Sampaio Corrêa (39º) Rio Branco (64º) Atlético-AC (81º) Brusque (108º) Dom Bosco-MT (172º) Manaus-AM
Coritiba (17º) Criciúma (29º) Londrina (40º) Ituano (65º) Parnahyba (92º) Sinop (110º) Nova Iguaçu (201º) Novoperário-MS
Vitória (18º) Joinville (30º) Vila Nova-GO (41º) Globo FC (67º) São Caetano (92º) Fluminense-BA (118º) Cianorte (205º) Uberlândia-MG
Presidente Ari de Almeida: Copa Verde é prioridade

Foco no Luverdense pela Copa Verde

Ceilândia enfrentou o Brasília de olho no Luverdense
Ceilândia enfrentou o Brasília de olho no Luverdense

O Ceilândia jogou contra o Brasília já de olho no Luverdense. jogo válido pelas oitavas de final da Copa Verde 2017.  Há poucas informações sobre o time matogrossense, mas o pouco que se sabe é que é um time muito diferente daquele do ano passado.

O Luverdense está invicto em 2017 e é muito forte em seus domínios. Se quiser avançar na Copa Verde o Ceilândia precisa fazer um bom resultado dentro de casa. O adversário acaba de classificar-se para a terceira fase da Copa do Brasil, mas pagará o preço pelo desgaste do confronto do meio de semana.

Presidente Ari de Almeida: Copa Verde é prioridade
Presidente Ari de Almeida: Copa Verde é prioridade

O presidente Ari de Almeida coloca a Copa Verde como prioridade nesse momento. A tarefa não será fácil. As informações recebidas dão conta que o Luverdense é uma equipe que assenta seu jogo em um forte sistema defensivo e nos contra-ataques rápidos. Se o adversário der campo, é um time que avança sempre organizado. Nada muito diferente daquilo que o Ceilândia viu diante do ABC pela Copa do Brasil.

O Ceilândia sabe os perigos que corre. Por essa razão, o técnico Adelson de Almeida poupou boa parte de seu elenco titular no jogo de ontem. 

Mario esteve abaixo das últimas apresentações: o Ceilândia também

Sete pontos atrás e remo para remar

Cristiano entrou no lugar de Badhuga:não comprometeu
Em 2016, no último confronto: um sofrível 0 x 0 entre Ceilândia e Formosa

Ceilândia vai a Formosa nesta quarta enfrentar o time da casa. Com sete pontos de diferença para os líderes do Candangão 2017, o Gato Preto tem muito tem muito que remar.

Com jogos a cada três ou quatro dias, o  técnico Adelson de Almeida sabe que precisa rodar o elenco para as fases decisivas da competição. No  jogo contra o Luziânia, Adelson já descansou alguns de seus atletas e poupou Didão nos minutos finais.

Há cinco anos que o Ceilândia não enfrenta o Formosa no Diogão. A última vez foi em 2012, na vitória do Gato Preto por 3 x 2. De lá para cá, mais três jogos: vitória do Formosa em 2014, no Serra do Lago, por 2 x 1 e dois empates: 1 x 1  em 2015 no Augustinho Lima e 0 x 0 no Regional em 2016.

Formosa vs Ceilândia EC

Diogo Francisco Gomes
Campeonato Candango

Related Images:

Ceilândia vence Luziânia e faz os primeiros pontos no Candangão 2017

O Ceilândia começou meio devagar e o Luziânia por pouco não aproveitou
O Ceilândia começou meio devagar e o Luziânia por pouco não aproveitou

O Ceilândia conquistou seus primeiros pontos no Candangão 2017 ao derrotar o Luziânia, no Serro do Lago, na tarde deste domingo por 3 x 1.
Foi um jogo cheio de alternativas. Os dois times começaram lentos sob o sol escaldante de fevereiro. O Luziânia teve a iniciativa dos primeiros minutos enquanto o Ceilândia era um time que confundia cadência com lentidão tanto para marcar quanto para armar suas jogadas.


Esses primeiros minutos do Ceilândia quase lhe custaram caro porque logo aos 4 minutos o Luziânia teve uma oportunidade clara de gol.
Passados os primeiros minutos o Ceilândia equilibrou o jogo. A marcação começou a encaixar, principalmente pelo lado esquerdo de defesa, hoje contando com Kabrine.


Depois dos 20 minutos, o Ceilândia começou a chegar na área de defesa do Luziânia. Diferente do seu adversário, o Ceilândia chegava com qualidade e, conquanto não criasse situações claras de gol, demonstrava que o menor vacilo do Luziânia seria apenado.
Não demorou muito e o Ceilândia abriu o marcador: cruzamento na área e Gilmar Herê e Filipe Cirne disputaram para ver quem abriria o marcador. Gilmar Herê foi feliz e fez Ceilândia 1 x 0.

Herê comemora o primeiro gol do Ceilândia
Herê comemora o primeiro gol do Ceilândia

Veio o segundo tempo e o panorama da partida não mudou. O Ceilândia perigoso nos contra-ataques. Logo aos seis minutos, Romarinho roubou a bola na intermediária, tocou para Alcione e recebeu dentro da área para fazer Ceilândia 2 x 0.
Com a vantagem, o Ceilândia se acomodou. Sem o mesmo ímpeto na defesa e no ataque, o Gato Preto passou a namorar com o perigo. O castigo veio aos 30 quando Cauê, de cabeça, diminuiu para o Luziânia.


O azulino até tentou pressionar o Ceilândia em busca do empate, mas o Gato Preto rapidamente se estabilizou e, aos 47, Badhuga pegou a sobra do goleiro para dar número finais ao jogo: Ceilândia 3 x 1.
Com os primeiros pontos na tabela, o Ceilândia tem muito remo para remar: na próxima quarta-feira vai a Formosa enfrentar o time da casa que empatou com o Gama neste domingo em 0 x 0.

Related Images: